Gerenciamento de crise

Não deixando a Crise afundar  a reputação institucional

A imagem de uma empresa é formada não apenas pela qualidade de seus produtos e serviços. As notícias divulgadas nos órgãos de imprensa, bem como o grau de engajamento com os diferentes públicos de interesse (stakeholders), exercem poderosa influência sobre a opinião pública e, consequentemente, sobre a imagem e reputação da empresa.

Em momentos de crise, esse conjunto de percepções pode ser drasticamente alterado, dependendo de como a empresa se comporte durante a ocorrência. Mais do que da crise, e do que a causou, as pessoas se recordam da forma como a empresa se comportou diante dela.

Quando a crise passa, a imagem da empresa poderá estar abalada, demandando um árduo trabalho para recuperá-la, ou a organização poderá ter conquistado uma oportunidade para reforçar sua reputação de empresa responsável, comprometida com a segurança de seus clientes, colaboradores e usuários de seus serviços.

O gerenciamento de uma crise, demanda agilidade desde a sua identificação e implementação das ações operacionais para contê-la, até a definição da estratégia de comunicação a ser adotada com os diversos agentes de pressão ou públicos de interesse.


Serviços

         Planejamento e Redação do Manual de Gerenciamento de Crises.

    Assessorar o Comitê de Crises em possíveis situações de crise ou questões polêmicas, que venham a surgir mediante um fee a ser estabelecido na época pela consultoria baseado no número de horas da estrategista e dos profissionais envolvidos, durante o período que for necessário.

         Realização de Treinamento de Simulação de Crise durante o qual são treinados os executivos a serem envolvidos no processo de Gerenciamento de Crises, com base em cases criados especialmente para a simulação.

        Preparar os representantes das empresas para atuar junto aos diferentes agentes de pressão em Audiências Públicas específicas e CPIs.